Menu

Convenção coletiva 2019: benefícios garantidos para sindicalizados

Convenção coletiva 2019: benefícios garantidos para sindicalizados

O Sintraconst-Rio garantiu mais uma campanha salarial vitoriosa para os trabalhadores e as trabalhadoras da construção civil, reforma e manutenção.

Os patrões tentaram tirar o vale assiduidade, o Sindicato impediu. Tentaram congelar os salários, o Sindicato barrou. Tentaram também enfraquecer a categoria, mas o Sintraconst-Rio mostrou toda força e união dos operários.

Assim, mesmo diante da enorme crise econômica que toma conta do Brasil e do Rio de Janeiro em especial, os salários da construção civil carioca têm, em sua maioria, reajuste de 4,32%. Este índice representa aumento maior que a inflação acumulada, garantindo assim ganho real. O aumento salarial é retroativo ao mês de março.

Clique aqui e confira a tabela de pisos salariais.

Os avanços da convenção coletiva em relação à CLT estão assegurados para os trabalhadores sindicalizados, conforme a cláusula 61ª, parágrafo 1º, da convenção.

- R$ 240,00 do cartão assiduidade: assim como nos outros anos, os patrões insistiram muito para tirar o cartão assiduidade (fome zero) de 240 reais da convenção coletiva. Mas o Sintraconst-Rio impediu, pois isso já é direito garantido da convenção.

- R$ 550,00 do vale-alimentação: um dos anseios da categoria reafirmado na assembleia de campanha salarial neste ano foi manter o desconto do vale-transporte, vale-alimentação e vale-refeição em apenas 1% – já que diante da crise estávamos a ponto de perder o benefício. Vale lembrar que a legislação geral permite 20% de desconto no vale-alimentação/refeição e 6% de desconto no vale-transporte.

- Seguro de vida: os valores do seguro de vida foram mantidos na convenção coletiva. A família recebe R$ 26 mil em caso de morte do empregado ou em  caso de invalidez permanente. O empregado recebe R$ 13 mil em caso de morte do cônjuge e R$ 6,5 mil em caso de morte de filho menor de 21 anos, além de outros dispositivos.

Esta negociação foi mais demorada pois, ao contrário da expectativa do setor, a crise não diminuiu. Assim, os empresários usavam o desemprego para aterrorizar a categoria.

O Sintraconst-Rio ainda conseguiu incluir novas funções na tabela de ocupações, abarcando profissões que antes estavam sem piso salarial definido em convenção.

No caso dos técnicos de segurança do trabalho, o reajuste é de 32%, pois foram incluídos na tabela de pisos. Além disso, algumas funções de soldadores e técnicos tiveram aumento de 16%.

Os avanços da convenção coletiva estão garantidos para todos os trabalhadores que contribuem com a cota de negociação laboral mensal.

O pagamento do retroativo ao mês de março pode ser parcelado em até cinco vezes e já deve começar a ser feito no próximo contracheque.

Acesse aqui a ficha de sindicalização.

Acesse aqui a íntegra da convenção coletiva.

Presidentes do Sintraconst-Rio e do Sinduscon-Rio assinam convenção coletiva da construção civil 2019

<a href="http://www.sinduscon-rio.com.br/pdfs2017/cc2019.pdf" target="_blank" title="Acesse aqui a íntegra da convenção coletiva">Acesse aqui a íntegra da convenção coletiva</a></span></p>

Last modified onQuinta, 22 Agosto 2019 11:32
Voltar ao topo

SINTRACONST-RIO

Departamentos

Siga-nos

Empregadores