Menu

Sintraconst-Rio tem prestação de contas aprovada por unanimidade

Os trabalhadores e trabalhadoras da construção civil lotaram o auditório do Sintraconst-Rio para a assembleia anual de prestação de contas da entidade, no dia 15 de dezembro.

Centenas de profissionais dos canteiros de obra e aposentados da construção civil aprovaram por unanimidade o balanço financeiro e patrimonial de 2017, o relatório das atividades de 2017 e a proposta orçamentária do Sindicato para 2019, conforme edital de convocação publicado no jornal O Dia na data de 27 de novembro de 2018.

A diretoria do Sintraconst-Rio apresentou os balanços financeiros da entidade e projetou as lutas para 2019.

"Enfrentamos uma crise enorme, com muito desemprego", destaca o presidente do Sintraconst-Rio, Carlos Antonio.

"Se o governo não ajudar a tocar para frente o setor da construção civil, os outros setores também não vão andar, a economia fica engessada", alerta Carlos Antonio.

Durante a crise, os postos de trabalho da construção no Rio foram reduzidos de 200 mil para menos de 30 mil.

"O novo governo, que assume em 1º de janeiro, tem a obrigação de atacar imediatamente o problema do desemprego", completa Carlos Antonio.

Entre as centenas de trabalhadores presentes na assembleia de prestação de contas, estava o encarregado de obra Pedro Cardoso. Ele costuma participar das assembleias para ficar por dentro das lutas do Sindicato.

"Sempre que posso, compareço. Depois informo aos companheiros da obra que não vieram o que foi falado aqui", conta Pedro, que trouxe a sua família – filhos e esposa – para acompanhá-lo.

"O momento para os trabalhadores é delicado, não está fácil, muito desemprego, torcemos para que melhore logo", afirma o encarregado, que trabalha em obra da Queiroz Galvão no Recreio dos Bandeirantes.

Outro sindicalizado que fez questão de participar da assembleia foi o serralheiro Luciel Gonçalves.

"Eu penso que todo trabalhador tem que ser sindicalizado, afinal é o Sintraconst-Rio que busca os nossos direitos, luta pela gente", conta Luciel, que trabalha na manutenção do aeroporto Santos Dumont.

Voltar ao topo

SINTRACONST-RIO

Departamentos

Siga-nos

Empregadores