Menu

Trabalhadores da construção civil reivindicam geração de empregos urgente

Trabalhadores da construção civil reivindicam geração de empregos urgente

Neste 15 de outubro, feriado da construção civil carioca, a tradicional festa do trabalhador do Sintraconst-Rio foi também um ato pela geração de empregos no setor.

Centenas de operários na ativa, aposentados e também desempregados compareceram com seus familiares na quadra da Unidos da Tijuca para comemorar a data e também reivindicar postos de trabalho e melhorias na economia.

"Estamos diante de um divisor de águas em nosso país, que é o segundo turno das eleições", lembra o presidente do Sintraconst-Rio, Carlos Antonio.

"O trabalhador não pode deixar de votar, tanto para presidente como para governador. Pesquisa, vote. Após a eleição, vença quem vencer, haverá um novo ciclo no Brasil. Há necessidade disso acontecer. Não podemos mais ficar com esse sistema", completa Carlos Antonio.

"A geração de emprego é urgente, para ontem."

Quem também falou do cenário econômico do Brasil foi o presidente do Sinduscon-Rio (sindicato das empresas da construção civil), João Fernandes.

Ele apontou que mesmo com as diferenças de ponto de vista, é preciso que trabalhadores e empresários caminhem juntos.

"A maioria das empresas está quebrada, mas ainda está viva", diz ele, lembrando o caso de uma construtora que há quatro anos tinha 44 obras e hoje tem cerca de cinco obras, todas paradas.

Em agosto, na cidade do Rio, pela primeira vez em muito tempo houve mais contratações que demissões. "Acredito que as coisas vão melhorar, não logo, mas vão", completa João Fernandes, do Sinduscon-Rio.

Entre os centenas de trabalhadores presentes ao ato, estava o pedreiro José Carlos da Silva. Ele conta que sempre que pode comparece às festas do Sindicato.

"É bom para descontrair", destaca José Carlos, que estava acompanhado do seu filho, Carlos Eduardo, de 7 anos -- presença confirmada no espaço das crianças.

O servente desempregado Edilson Francisco da Silva também foi à festa. Ele estava acompanhado de sua esposa, Maria do Socorro.

"Há quatro anos frequento as festas do Sintraconst-Rio, é sempre legal", lembra Edilson.

"O momento agora é de esperar por dias melhores, com fé em Deus", completa ele, na esperança da volta dos postos de trabalho na construção civil.

A animação da festa ficou por conta do Coral dos Aposentados do Sintraconst-Rio, que interpretou músicas da MPB. Além disso, a banda de Jhonatan Luca deu show com música sertaneja. E, para finalizar as apresentações, a bateria da Unidos da Tijuca arrebentou no palco.

O evento também contou com Bingo Beneficente Deptaconst, com prêmios como micro-ondas, TVs e bicicletas.

Um dos ganhadores do Bingo Deptaconst foi Wellinton Santos, que por ora está desempregado.

Ele saiu da festa com uma televisão 32 polegadas, feliz da vida. "Vou colocar essa TV no quarto, com certeza", conta Wellinton.

Já Milton Pereira da Costa, operador de cremalheira na empresa MontSerrat, saiu com dois prêmios.

"Além da cesta de brindes, ganhei uma bicicleta no bingo", conta ele. 

Voltar ao topo

SINTRACONST-RIO

Departamentos

Siga-nos

Empregadores