Menu

Sintraconst-Rio faz paralisação com trabalhadores no Tribunal de Justiça

Cerca de cem operários da Eletrodata Engenharia, que fazem serviço de manutenção predial no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, no Centro da cidade, cruzaram os braços na manhã desta quinta-feira.

Junto ao Sintraconst-Rio, eles reivindicam o pagamento do cartão assiduidade (240 reais por mês) e o reajuste salarial do ano passado retroativo ao mês de março.

"Nos reunimos com os trabalhadores e vamos manter a mobilização até que a empresa pague tudo que deve e siga a convenção coletiva", conta o líder da equipe 2 do Sintraconst-Rio, Junio Firmino.

A paralisação tomou conta da calçada do Tribunal de Justiça do Rio. Os trabalhadores aguardam um posicionamento rápido da Eletrodata e também do próprio contratante da empresa, o Tribunal de Justiça.

"Não é possível que o Tribunal de Justiça contrate uma empresa que não respeita o mínimo da lei da convenção coletiva como os pisos salariais", afirma Junio Firmino.

O Sindicato vai seguir acompanhando diretamente a situação.

Voltar ao topo

SINTRACONST-RIO

Departamentos

Siga-nos

Empregadores