Menu

Justiça do Trabalho pode decretar vitória dos trabalhadores da SM 21

Uma audiência nesta segunda-feira (26 de fevereiro), no Tribunal Regional do Trabalho, encaminhou a decisão sobre o enquadramento dos empregados da empresa SM 21 na convenção coletiva dos trabalhadores da construção civil.

Os mais de 200 operários da SM 21, que fazem serviço de reforma e manutenção na Fiocruz, no Rio de Janeiro, estão sem receber benefícios e piso salarial da categoria.

Várias manifestações e reuniões foram feitas, mas a empresa não encaminha a solução.

Assim, o Sintraconst-Rio levou o caso à Justiça do Trabalho. Nessa primeira audiência, a SM 21 tentou embaralhar o julgamento, exigindo a presença de representantes da Fiocruz. O juiz, no entanto, indeferiu o pedido.

Agora, o Sintraconst-Rio vai encaminhar novas provas sobre o enquadramento dos trabalhadores na construção civil e aguarda a decisão positiva em favor dos trabalhadores, que têm diversos benefícios negados pela empresa.

"Deixamos claro que o Sintraconst-Rio vai seguir ao lado dos trabalhadores até que os direitos sejam respeitados", destaca o presidente do Sindicato, Carlos Antonio.

Na audiência do dia 26 de fevereiro, vários operários compareceram ao Tribunal Regional do Trabalho, na Lapa, para mostrar sua indignação.

Clique aqui e confira mais sobre a mobilização do Sindicato junto aos empregados da SM21.

Voltar ao topo

SINTRACONST-RIO

Departamentos

Siga-nos

Empregadores