Menu

Tá tudo liberado? João Fortes ignora irregularidades de terceirizada

Tá tudo liberado? João Fortes ignora irregularidades de terceirizada

Este problema é recorrente em vários canteiros da João Fortes Engenharia no Rio de Janeiro: a subcontratada J Mapel Engenharia empilha irregularidades para cima de seus empregados, deixando de pagar benefícios e burlando a legislação trabalhista.

E o pior é que a João Fortes ignora tudo isso, faz de conta que está tudo bem.

No último dia 24 de março, a equipe 3 do Departamento de Segurança do Trabalho do Sindicato foi até ao empreendimento West Vintage, no Recreio dos Bandeirantes.

Por lá, os empregados da J Mapel cruzaram os braços em paralisação de advertência. O Sintraconst-Rio apoiou a manifestação.

"Estamos cansados com a impunidade e falta de respeito. Hoje resolvemos parar até que a situação melhore", relata uma empregada da subcontratada.

A lista de irregularidades é longa:

- Atraso do cartão assiduidade (240 reais/mês)
- Trabalhadores com férias vencidas
- Vale transporte é pago em dinheiro
- FGTS e INSS em atraso
- Empresa não fornece relógio de ponto
- Empresa burla a lei: faz contrato com prazo determinado, assim o trabalhador não recebe seguro desemprego. O mesmo trabalhador é demitido e contratado várias vezes
- Desvio de função: pintores laborando como encarregados e serventes como pintores
- Não fornece uniforme e EPIs necessários para frente de trabalho

O Sindicato vai retornar à obra para verificar a solução dos problemas. Vale lembrar que a empresa principal é responsável pelo canteiro e, portanto, deve fiscalizar as terceirizadas.

Voltar ao topo

SINTRACONST-RIO

Departamentos

Siga-nos

Empregadores