Menu

Força Sindical faz ato em defesa da Previdência

No dia 25 de janeiro o Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos (Sindnapi) e a Força Sindical vão realizar um grande ato, das 9 às 13 horas, na rua do Carmo, centro de São Paulo,  contra a absurda reforma da Previdência Social que o governo quer empurrar “goela abaixo” dos trabalhadores brasileiros. É um protesto, mas quem comparecer ao evento e preencher os cupons poderá participar do sorteio de três carros 0 km e assistir aos shows de Edson & Hudson, Paula Fernandes e Rio Negro & Solimões.

Entre as inúmeras barbaridades contidas na proposta, que vão penalizar enormemente os trabalhadores da ativa, aposentados, pensionistas e a própria Previdência, destacamos a idade mínima de 65 anos, além de um tempo mínimo de contribuição, para que homens e mulheres possam aposentar-se, e o fim do acúmulo dos benefícios, entre outras medidas totalmente prejudiciais aos trabalhadores.

O Sindnapi, inclusive, já entrou na Justiça com uma ADPF (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental) para barrar as pretensões do governo em promover mudanças duras na legislação previdenciária, que suprimem direitos essenciais da classe trabalhadora, desrespeitando aquilo que está estabelecido na Constituição de 1988.

Desta forma, a mobilização dos trabalhadores é de suma importância neste momento em que nossos direitos estão sendo ameaçados. Compreendemos perfeitamente que alguns ajustes se fazem necessários no atual sistema previdenciário. Mas ajustar, principalmente em se tratando de Previdência Social, um patrimônio dos trabalhadores brasileiros, não pode significar sucatear, suprimir ou tornar o direito à aposentadoria um alvo inatingível.

Não podemos permitir que, justamente em um período de forte recessão econômica, de juros nas alturas, crédito caro, de queda na produção e no consumo e uma taxa de desemprego assustadora, tenhamos de arcar com mais este pesado fardo da supressão de nossos direitos.

Queremos uma Previdência universal, sem privilégios e justa para todos! Sem nenhum direito a menos!

Paulo Pereira da Silva
presidente Força Sindical

Voltar ao topo

SINTRACONST-RIO

Departamentos

Siga-nos

Empregadores